Sexta, 10 de Julho de 2020
83 981970113
Política política

Análise – Comunicador de sucesso, Nilvan se lança à aventura política. Tem ficha pra jogar? Depende…

Considerando que Nilvan Ferreira, dono de uma trajetória de sucesso na comunicação

22/06/2020 21h00 Atualizada há 3 semanas
113
Por: valdemir Zilan Fonte: Wellington Farias PB Agora
Análise – Comunicador de sucesso, Nilvan se lança à aventura política. Tem ficha pra jogar? Depende…

 

Confirmado

Considerando que Nilvan Ferreira, dono de uma trajetória de sucesso na comunicação, não iria abandonar à toa os espaços mais cobiçados no campo televisivo e, sobretudo, radiofônico, não resta dúvida de que ele será mesmo candidato à Prefeitura da Capital da Paraíba.

 

Além de um comunicador de sucesso, o cajazeirense da avenida Camilo de Holanda tem disposição e coragem. Afinal de contas, não é fácil abdicar de um projeto em que já foi testado e aprovado com êxito por um outro em que não tem a menor experiência, nunca viveu os meandros desta nova engrenagem como protagonista, além de não ter um histórico que lhe projete com o tamanho necessário para uma disputa dessa envergadura.

 

Cacife

Se Nilvan Ferreira tem ou não ficha suficiente pra entrar nesse jogo, só o tempo dirá. Mas é certo também que ele não iria se lançar a uma aventura sem que tivesse certeza de alguns trunfos.

 

Com toda certeza, o comunicador Nilvan Ferreira está pontuando bem em todas as pesquisas já mandadas fazer, para consumo interno de partidos, instituições e agentes políticos. Detalhe: a coluna jamais teve acesso a qualquer consulta dessa natureza e apenas soube da sua existência através de terceiros. Independente de qualquer coisa, porém, é evidente que o radialista figura bem nas consultas eventuais.

 

Nilvan Ferreira ainda conta em seu favor o fato de haver ingressado, embora muito recentemente, num partido que tem história e tradição na política da Paraíba: o MDB, capitaneado pelo experiente e traquejado José Targino Maranhão.

 

Águas a rolar

Com que tamanho Nilvan Ferreira sairá deste processo é um prognóstico dificílimo de traçar. Primeiro porque ainda é muito cedo, muita água vai passar sob a ponte e, naturalmente, o peso do pretenso candidato vai depender muito da conjuntura futura e do leque de concorrentes que ele terá de enfrentar.

 

Se for disputar com um monte de cacarecos que até agora têm se apresentado, Nilvan poderá até antecipadamente se convencer de que sairá grande da campanha, podendo até se eleger prefeito de João Pessoa. Entretanto, se do meio pro fim surgirem nomes de reconhecida densidade eleitoral ou representantes de partidos de aguerrida militância, a coisa já começa a mudar de figura.

 

Por exemplo, se o ex-prefeito e ex-governador Cícero Lucena se posicionar na raia de disputa, antes mesmo de começar o jogo, Nilvan já começa a diminuir de tamanho, ainda mais quando ele já não terá o privilégio de estar muito bem situado na mídia, comandando diariamente dois programas de grande audiência na Paraíba.

 

Além disso…

Imaginemos também que, na sequência de uma eventual candidatura de Cícero, também seja lançado um nome representando o projeto político e de poder do PSB. E se este nome, por acaso, for Ricardo Vieira Coutinho?

 

Se o ex-governador Ricardo Coutinho estará elegível ou não, aí é outra coisa. Até o presente momento RC tem todas as condições legais de disputar o próximo pleito. Não se sabe, porém, da sua disposição e conveniência de concorrer.

 

Imaginemos ainda a hipótese de, no tempo hábil, Ricardo Coutinho tornar-se inelegível. Nada impede, no entanto, que outro nome possa ser lançado pelo projeto Girassol que já foi testado e muito bem aprovado em João Pessoa. Não se pode ignorar o peso eleitoral que o PSB ainda tem na Capital, apesar dos bombardeios.

 

Quem seria?

Nos bastidores da política, o que se diz é que, estando Ricardo Coutinho inelegível, o nome por ele a ser sugerido com a chancela total, inclusive. da direção nacional do PSB, estaria na escolha entre Amanda Rodrigues, sua companheira, e o deputado federal Gervásio Maia.

 

Aguardemos!

 

 

 

Confirmado

Considerando que Nilvan Ferreira, dono de uma trajetória de sucesso na comunicação, não iria abandonar à toa os espaços mais cobiçados no campo televisivo e, sobretudo, radiofônico, não resta dúvida de que ele será mesmo candidato à Prefeitura da Capital da Paraíba.

 

Além de um comunicador de sucesso, o cajazeirense da avenida Camilo de Holanda tem disposição e coragem. Afinal de contas, não é fácil abdicar de um projeto em que já foi testado e aprovado com êxito por um outro em que não tem a menor experiência, nunca viveu os meandros desta nova engrenagem como protagonista, além de não ter um histórico que lhe projete com o tamanho necessário para uma disputa dessa envergadura.

 

Cacife

Se Nilvan Ferreira tem ou não ficha suficiente pra entrar nesse jogo, só o tempo dirá. Mas é certo também que ele não iria se lançar a uma aventura sem que tivesse certeza de alguns trunfos.

 

Com toda certeza, o comunicador Nilvan Ferreira está pontuando bem em todas as pesquisas já mandadas fazer, para consumo interno de partidos, instituições e agentes políticos. Detalhe: a coluna jamais teve acesso a qualquer consulta dessa natureza e apenas soube da sua existência através de terceiros. Independente de qualquer coisa, porém, é evidente que o radialista figura bem nas consultas eventuais.

 

Nilvan Ferreira ainda conta em seu favor o fato de haver ingressado, embora muito recentemente, num partido que tem história e tradição na política da Paraíba: o MDB, capitaneado pelo experiente e traquejado José Targino Maranhão.

 

Águas a rolar

Com que tamanho Nilvan Ferreira sairá deste processo é um prognóstico dificílimo de traçar. Primeiro porque ainda é muito cedo, muita água vai passar sob a ponte e, naturalmente, o peso do pretenso candidato vai depender muito da conjuntura futura e do leque de concorrentes que ele terá de enfrentar.

 

Se for disputar com um monte de cacarecos que até agora têm se apresentado, Nilvan poderá até antecipadamente se convencer de que sairá grande da campanha, podendo até se eleger prefeito de João Pessoa. Entretanto, se do meio pro fim surgirem nomes de reconhecida densidade eleitoral ou representantes de partidos de aguerrida militância, a coisa já começa a mudar de figura.

 

Por exemplo, se o ex-prefeito e ex-governador Cícero Lucena se posicionar na raia de disputa, antes mesmo de começar o jogo, Nilvan já começa a diminuir de tamanho, ainda mais quando ele já não terá o privilégio de estar muito bem situado na mídia, comandando diariamente dois programas de grande audiência na Paraíba.

 

Além disso…

Imaginemos também que, na sequência de uma eventual candidatura de Cícero, também seja lançado um nome representando o projeto político e de poder do PSB. E se este nome, por acaso, for Ricardo Vieira Coutinho?

 

Se o ex-governador Ricardo Coutinho estará elegível ou não, aí é outra coisa. Até o presente momento RC tem todas as condições legais de disputar o próximo pleito. Não se sabe, porém, da sua disposição e conveniência de concorrer.

 

Imaginemos ainda a hipótese de, no tempo hábil, Ricardo Coutinho tornar-se inelegível. Nada impede, no entanto, que outro nome possa ser lançado pelo projeto Girassol que já foi testado e muito bem aprovado em João Pessoa. Não se pode ignorar o peso eleitoral que o PSB ainda tem na Capital, apesar dos bombardeios.

 

Quem seria?

Nos bastidores da política, o que se diz é que, estando Ricardo Coutinho inelegível, o nome por ele a ser sugerido com a chancela total, inclusive. da direção nacional do PSB, estaria na escolha entre Amanda Rodrigues, sua companheira, e o deputado federal Gervásio Maia.

 

Aguardemos!

 

 

 

Confirmado

Considerando que Nilvan Ferreira, dono de uma trajetória de sucesso na comunicação, não iria abandonar à toa os espaços mais cobiçados no campo televisivo e, sobretudo, radiofônico, não resta dúvida de que ele será mesmo candidato à Prefeitura da Capital da Paraíba.

 

Além de um comunicador de sucesso, o cajazeirense da avenida Camilo de Holanda tem disposição e coragem. Afinal de contas, não é fácil abdicar de um projeto em que já foi testado e aprovado com êxito por um outro em que não tem a menor experiência, nunca viveu os meandros desta nova engrenagem como protagonista, além de não ter um histórico que lhe projete com o tamanho necessário para uma disputa dessa envergadura.

 

Cacife

Se Nilvan Ferreira tem ou não ficha suficiente pra entrar nesse jogo, só o tempo dirá. Mas é certo também que ele não iria se lançar a uma aventura sem que tivesse certeza de alguns trunfos.

 

Com toda certeza, o comunicador Nilvan Ferreira está pontuando bem em todas as pesquisas já mandadas fazer, para consumo interno de partidos, instituições e agentes políticos. Detalhe: a coluna jamais teve acesso a qualquer consulta dessa natureza e apenas soube da sua existência através de terceiros. Independente de qualquer coisa, porém, é evidente que o radialista figura bem nas consultas eventuais.

 

Nilvan Ferreira ainda conta em seu favor o fato de haver ingressado, embora muito recentemente, num partido que tem história e tradição na política da Paraíba: o MDB, capitaneado pelo experiente e traquejado José Targino Maranhão.

 

Águas a rolar

Com que tamanho Nilvan Ferreira sairá deste processo é um prognóstico dificílimo de traçar. Primeiro porque ainda é muito cedo, muita água vai passar sob a ponte e, naturalmente, o peso do pretenso candidato vai depender muito da conjuntura futura e do leque de concorrentes que ele terá de enfrentar.

 

Se for disputar com um monte de cacarecos que até agora têm se apresentado, Nilvan poderá até antecipadamente se convencer de que sairá grande da campanha, podendo até se eleger prefeito de João Pessoa. Entretanto, se do meio pro fim surgirem nomes de reconhecida densidade eleitoral ou representantes de partidos de aguerrida militância, a coisa já começa a mudar de figura.

 

Por exemplo, se o ex-prefeito e ex-governador Cícero Lucena se posicionar na raia de disputa, antes mesmo de começar o jogo, Nilvan já começa a diminuir de tamanho, ainda mais quando ele já não terá o privilégio de estar muito bem situado na mídia, comandando diariamente dois programas de grande audiência na Paraíba.

 

Além disso…

Imaginemos também que, na sequência de uma eventual candidatura de Cícero, também seja lançado um nome representando o projeto político e de poder do PSB. E se este nome, por acaso, for Ricardo Vieira Coutinho?

 

Se o ex-governador Ricardo Coutinho estará elegível ou não, aí é outra coisa. Até o presente momento RC tem todas as condições legais de disputar o próximo pleito. Não se sabe, porém, da sua disposição e conveniência de concorrer.

 

Imaginemos ainda a hipótese de, no tempo hábil, Ricardo Coutinho tornar-se inelegível. Nada impede, no entanto, que outro nome possa ser lançado pelo projeto Girassol que já foi testado e muito bem aprovado em João Pessoa. Não se pode ignorar o peso eleitoral que o PSB ainda tem na Capital, apesar dos bombardeios.

 

Quem seria?

Nos bastidores da política, o que se diz é que, estando Ricardo Coutinho inelegível, o nome por ele a ser sugerido com a chancela total, inclusive. da direção nacional do PSB, estaria na escolha entre Amanda Rodrigues, sua companheira, e o deputado federal Gervásio Maia.

 

Aguardemos!

 

 

 

 

<!-- [if gte mso 9]> <w:LsdException Locked="false" Priority="68" SemiHidden=

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Alhandra - PB
Atualizado às 17h47 - Fonte: Climatempo
26°
Muitas nuvens

Mín. 22° Máx. 30°

27° Sensação
12.3 km/h Vento
74.2% Umidade do ar
90% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (11/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 28°

Sol com muitas nuvens e chuva
Domingo (12/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 29°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias