Ministério Público investiga licitação para compra de iPhones para vereadores de João Pessoa; Câmara recua e suspende pregão

Compartilhe esse artigo :

 


Pregão para aquisição de telefones para a Câmara de João Pessoa segue suspenso. (Foto: Reprodução)

O pregão para compra de iPhones para vereadores da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) segue suspenso. O Ministério Público de Contas (MPC) está investigando essa licitação. No mês passado, a Câmara lançou um licitação para compra de 35 aparelhos telefônicos exclusivosdo modelo iPhones com pacote ilimitado de internet por R$ 415.800,00.

 

Além da suspensão do pregão, que estava previsto para acontecer às 9h do dia 08 de abril (quinta-feira), o MPC instaurou um processo para apurar a regularidade dessa licitação. O pregão segue suspenso sem nova data para acontecer como o ClickPB apurou. O Ministério, conforme uma representação feita, diz que "tem-se, à primeira vista, que o Pregão Presencial n° 00002/2021 contém potencial ilegalidade por restringir a competição ao definir o fabricante dos celulares a serem entregues em comodato aos vereadores".

 

Mesmo com sessões virtuais, Câmara de João Pessoa 'torra' R$ 296 mil para distribuir 120 litros mensais de combustíveis para cada vereador

Câmara de João Pessoa lança licitação para compra de 35 iPhones com pacote ilimitado de internet por quase meio milhão de reais

Aumenta para seis o total de vereadores de João Pessoa que renunciam aos iPhones adquiridos pela Câmara

No documento da licitação que o ClickPB teve acesso, há algumas exigências quanto as características dos aparelhos que devem possuir no mínimo a versão IOS14, câmera dupla ultra e grande angular 12 megapixels, capacidade de armazenamento de 128 GB, entre outros detalhes requisitados.Cada celular desse é comercializado com valor mínimo de cerca de R$ 3 mil reais.

 

Para o MPC, "apesar de não citar explicitamente que os celulares deverão ser iPhones, da marca Apple, a restrição do sistema operacional deixa claro o intento, afinal, o “Sistema operacional iOS” só funciona nos aparelhos deste fabricante". O Ministério Público pediu a suspensão dessa licitação e instauração do processo sobre a regularidade. 


0/Postar um comentário / comentários

Deixe um comentário A baixo

Anúncio post 1

Anúncio post 2