Pastor afirma que a morte ceifará muitas vidas no dia 30 de março: ‘Unjam seus lares e façam jejum’ – VEJA VÍDEO

Compartilhe esse artigo :

 



O pastor Ezequias Silva, da Igreja Assembleia de Deus Belém do Pará na Penha, em São Paulo, disse que teve uma revelação divina. Ele contou que viu o anjo da morte ceifando vidas que saírem de casa no dia 30 de março.

 

Um vídeo mostra a profecia, na qual o religioso recomenda que as pessoas unjam seus lares e façam jejum nos dias 29 e 30 de março. Ele também pede que os ouvintes evitem sair de casa na madrugada porque muitos vão morrer.

 

– Dia 30, de madrugada, de meia-noite em diante, não saia na rua. Você vai ver acidentes dobrar, vai ser uma coisa terrível – declarou o pastor.

 

De acordo com ele, em todo o mundo pessoas cairão com falta de ar.

 

– O espírito da morte vai tomar conta de tudo. (…) Avisa a todos, manda esse vídeo pra todo mundo. Eu vi o cavaleiro amarelo andando nas ruas e era muito rápido. Eu vi no mundo inteiro, vai passar na televisão e na internet.

 

Também em uma rede social, Ezequias Silva divulgou uma explicação da profecia.

 

OUTRO LÍDER REBATE A PROFECIA

 

No YouTube, Renato Vargens, pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói (RJ), rebateu as declarações do religioso de São Paulo.

 

– Essa profecia trouxe pânico a muita gente. A pergunta é: será que procede isso? Será que Deus agiria através de um anjo da morte que viria para trazer juízo sobre a humanidade, de uma forma significativa, no dia 30 de março? Você não deve dar ouvidos aos profetas da tragédia e tampouco àqueles que tentam de alguma forma atemorizar as pessoas. Nós devemos ser guiados pelas Escrituras. A palavra de Deus é lâmpada para os nossos pés e ela tem nos dito o entendimento daquilo que aconteceria nos últimos dias.

 


 

Ele defendeu que as pessoas devem fundamentar a fé na Palavra de Deus.

 

– Não dê ouvidos a profetas da tragédia. Dê ouvidos à Palavra de Deus. Conheça e estude as Escrituras. (…) O meu conselho diante desse cataclisma profetizado é que você não dê ouvidos. As Escrituras nos bastam – disse Vargens.



Fonte: Fabricia Oliveira


0/Postar um comentário / comentários

Deixe um comentário A baixo

Anúncio post 1

Anúncio post 2